FRIGGARTRISKAIDEKAPHOBIA! PORQUE TEMEMOS A SEXTA-FEIRA 13: DA SUPERSTIÇÃO À FOBIA

A ideia de que a conjugação da sexta-feira com o número 13 é sinónimo de azar tem sido uma superstição presente em diversas culturas ao longo dos séculos. Porém, sabia que esta crença pode tornar-se tão enraizada na sua mente e tão assustadora que se pode transformar numa fobia?

Em 1911, o psiquiatra e neurologista Isador Coriat foi o primeiro a identificar como fobia o medo extremo e irracional ao número 13, no seu livro “Abnormal Psychology”, denominando esta condição da psique de triskaidekaphobia. A denominação é composta pelas palavras gregas “tris” (três), “kai” (e) e “deka” (dez). Posteriormente foi-lhe acoplada a palavra de origem nórdica “frigg” (sexta-feira) para identificar a fobia à sexta-feira 13. Nesta sequência surge a nomenclatura friggartriskaidekaphobia, um nome por si só quiçá digno de inspirar medo.

Mas, o que distingue a fobia do medo que caracteristicamente acompanha a superstição?

O que torna a fobia distinta é o facto de se tratar de um medo persistente e irracional a algo específico que, apesar de não representar perigo relevante para o paciente, provoca ansiedade extrema. A causa de muitas fobias é ainda desconhecida, porém é comum a sua ligação a traumas passados.

A friggartriskaidekaphobia (fobia à sexta-feira 13), no entanto, tem forte suporte cultural sendo encontradas relações entre esta data e o conceito de azar ao longo da história e de diversas culturas.

 

Isador Coriat, Psiquiatra e Neurologista. Autor de “Abnormal Psychology”. 

 

NA MITOLOGIA NÓRDICA

Segundo a lenda, após a conversão dos nórdicos ao cristianismo, Frigga - deusa do amor e da beleza - sentiu-se abandonada e por vingança passou reunir-se todas as sextas-feiras com 11 bruxas e um demónio (formando 13), para amaldiçoar os convertidos. O ritual tornou-se conhecido como a “noite das bruxas”.

Outra lenda da mitologia nórdica conta que Loki, deus da discórdia, compareceu sem ser convidado a um banquete em Valhalla criando uma desavença que levou à morte de Balder, deus da justiça e sabedoria. Loki acabou assim por ser o 13.º convidado.

NA ROMA ANTIGA

Para os romanos o número 13 era portador de azar, significando a morte e a destruição.

NA RELIGIÃO CATÓLICA

O catolicismo associa o número 13 ao mau augúrio com a presença de 13 figuras na última Ceia, sendo o 13.º elemento o apóstolo traidor, Judas.

No Apocalipse, o número 13 é o capítulo onde se assume o 666 como o número da besta e do anticristo.

NA CABALA

A Cabala, ramo do esoterismo com relações ao judaísmo, enumera 13 espíritos malignos.

NA HISTÓRIA DA ORDEM DOS TEMPLÁRIOS

Em França, na sexta-feira de 13 de outubro de 1307, D. Filipe IV dava início à perseguição da Ordem dos Cavaleiros Templários.

Acusados de sacrilégio, heresia, sodomia e adoração de ídolos pagãos, e torturados até à confissão, muitos cavaleiros templários acabaram por ser condenados à fogueira e outros a prisão perpétua. Em 1314, durante a leitura das sentenças em Notre-Dame, um dos nomes da Ordem, Jacobo de Molay, declarou antes de ser queimado na fogueira: “Deus sabe que nos condenaram ao umbral da morte com grande injustiça. Não tardará a vir uma grande calamidade para aqueles que nos condenaram sem respeitar a justiça autêntica. Deus vai responsabilizar-se pelas represálias da nossa morte”. Após esta maldição, D. Filipe IV e o Papa Clemente V, que esteve também no comando da perseguição, faleceram ambos no espaço de apenas um ano.

NA NUMEROLOGIA

Na numerologia, o número 12 representa algo completo (12 meses no ano, 12 apóstolos de Cristo, 12 deuses do Olimpo, 12 tribos de Israel, 12 horas no relógio), enquanto o 13 é uma transgressão a essa plenitude.

CELEBRAÇÃO DA SEXTA-FEIRA 13 EM PORTUGAL

Curiosamente, a Sexta-feira 13 é celebrada em várias localidades de Portugal, desde Braga e Loulé ao Porto. A celebração mais significativa realiza-se em Trás-os-Montes, onde em todas as datas de azar decorre uma festa no castelo de Montalegre, com bruxas, feitiços, teatro e a famosa queimada.

Mas, e você? Ainda tem medo da sexta-feira 13?

Esperamos que este artigo tenha ajudado a desmistificar esta data e a libertá-lo do medo desta superstição!

Os Nossos Serviços

Descubra-se a si mesmo e cuide do seu bem-estar com as nossas análises e tratamentos espirituais personalizados.

Limpeza Energética

A Limpeza Energética consiste num processo para limpar e equilibrar o seu campo energético. ...

Sinastria Kármica

Com base no Tarot Kármico, identifica o karma existente na relação entre duas pessoas. ...

Análise de Relacionamento

Ideal para ajudá-lo a compreender a sua relação amorosa e o seu parceiro. ...

Análise Numerológica de Autoconhecimento

A influência dos números na sua personalidade e destino. ...

Porquê consultar-se connosco



QUALIDADE


Para garantir a qualidade dos nossos serviços, os nossos consultores são avaliados de forma contínua.



ÉTICA PROFISSIONAL


Regemo-nos pelos pilares do Código de Ética do Tarot: Orientação, Confidencialidade e Responsabilidade.

Quem Somos

A Pandora Tarot é formada por uma equipa de especialistas espirituais dedicados a si e ao seu bem-estar, selecionados através de uma avaliação meticulosa e constante. Tal como o mito da caixa de Pandora, acreditamos que mesmo nos momentos mais obscuros existe sempre a esperança para nos encaminhar rumo à luz.