O QUE É O TAROT TERAPÊUTICO

O Tarot tem o poder e a capacidade de transcender o seu carácter divinatório, permitindo compreender melhor o passado e obter clareza sobre o presente para fazer escolhas mais saudáveis. Nesta análise ampla, o Tarot pode mergulhar em áreas como Karma, reencarnação e a influência de outros planos de consciência e energia na vida do consultante.

Enquanto a astrologia trabalha a psique estanque, revelando as principais características pessoais que se reproduzem por toda a vida, o Tarot revela a dinâmica do inconsciente e a sua possível evolução. Ou seja, a astrologia dá a conhecer as tendências da personalidade, mas não pode – como o Tarot - revelar a intensidade e tradução dessas tendências no quotidiano, atitudes e escolhas do consultante.

Deste modo, seria um desperdício e seria diminutivo continuar a utilizar o Tarot apenas como uma ferramenta divinatória. É desta consciência da sua flexibilidade para ser aplicado como método de autoconhecimento que surge a vertente terapêutica.

O Tarot Terapêutico, através da simbologia detalhada de baralhos como o de Rider-Waite, pode revelar emoções, sentimentos e pensamentos implicados numa aplicação generalizada ou ainda numa situação específica da vida do consultante. Esta análise permite revelar processos internos complexos, de outra forma difíceis de desvendar para quem busca o auxílio desta ferramenta.

O PSIQUIATRA E PSICOTERAPEUTA JUNG E O TAROT TERAPÊUTICO

Apesar de a Psicologia e o Tarot serem áreas distintas, os estudos do psiquiatra e psicoterapeuta Gustav Jung sobre o tarot colocaram a descoberto a similaridade entre a linguagem oracular e psicológica. Jung identificou no Tarot a correlação com os conteúdos inconscientes do ser humano, independentemente da sua nacionalidade, raça, crença ou estatuto social. Jung apelidou este conjunto de conteúdos de “inconsciente coletivo”.

Figura 1 Psiquiatra e Psicoterapeuta Gustav Jung

O objetivo de estudo de Jung era precisamente a relação entre o inconsciente coletivo e a consciência individual. Decorrente do seu trabalho com doentes mentais e pessoas com afeções neuróticas, apresentou provas de que grande parte das formas de insanidade são causadas pela racionalização excessiva e limitação da consciência. Consequentemente, Jung valorizou os caminhos não racionais utilizados pelo Homem para compreender o mundo à sua volta.

Segundo Jung, as forças instintivas que influenciam a conduta humana, a que chamou de arquétipos, estão representadas nos arcanos do Tarot. Ao consultarmos o Tarot trazemos à luz instintos, desejos, receios e sentimentos que temos receio de encarar. Assim, a melhor compreensão de si mesmo e do que o envolve resulta em esclarecimento e também numa certa forma de terapia, que lhe permite encarar a realidade de frente e fazer as mudanças necessárias para alcançar os seus objetivos e uma vida mais plena.

A APLICAÇÃO DO TAROT TERAPÊUTICO

A vertente do Tarot Terapêutico pode ser aplicada de forma exclusiva, em sessões ou consultas dedicadas unicamente ao desenvolvimento do autoconhecimento do consultante. Nestes casos, o tarólogo analisa questões como os traços de personalidade, bloqueios que o impedem de se sentir feliz, sentimentos e como lida com os obstáculos, bem como a influência que terceiros ou situações poderão estar a ter na sua vida. Este tipo de análise pode ainda ser complementado com a análise kármica através do Tarot.

Considerando que em grande parte das vezes que procura ajuda, o consultante busca esclarecimento e aconselhamento sobre situações ou pessoas muito específicas na sua vida, valorizando mais a vertente divinatória do Tarot, deve ser feita uma adaptação. Assim, nestas situações o tarólogo unirá ambas as vertentes, para que quem o procura possa saber para que rumo caminha o seu futuro, mas também possa ter acesso a um conjunto de conhecimentos e aconselhamento que lhe permitam fazer mudanças positivas e assumir as rédeas do seu destino.

É aconselhável fazer leituras regulares – sem cair em exageros, que vão permitir analisar a evolução da situação e conduta reveladas na primeira consulta, funcionando o Tarot como um método regulador do processo interior de crescimento do consultante.

PORQUE ESCOLHER O TAROT TERAPÊUTICO

A vertente Terapêutica encara o Tarot, não apenas como uma ferramenta divinatória, mas também, como uma ferramenta de autoconhecimento e crescimento espiritual. Além de mostrarem o futuro provável, as cartas oferecem conselhos ao consultante para que este possa fazer melhorias dentro de si mesmo e na sua vida, deixando de ser “vítima” do destino.

O Tarot Terapêutico relembra o consultante que as suas escolhas e as suas ações podem alterar o seu futuro, tornando-o dono da sua vida.

Conheça-se melhor a si mesmo e ao que o rodeia consultando-se com um dos nossos consultores especializados em Tarot Terapêutico, em pandoratarot.pt

Os Nossos Serviços

Descubra-se a si mesmo e cuide do seu bem-estar com as nossas análises e tratamentos espirituais personalizados.

Limpeza Energética

A Limpeza Energética consiste num processo para limpar e equilibrar o seu campo energético. ...

Sinastria Kármica

Com base no Tarot Kármico, identifica o karma existente na relação entre duas pessoas. ...

Análise de Relacionamento

Ideal para ajudá-lo a compreender a sua relação amorosa e o seu parceiro. ...

Análise Numerológica de Autoconhecimento

A influência dos números na sua personalidade e destino. ...

Porquê consultar-se connosco



QUALIDADE


Para garantir a qualidade dos nossos serviços, os nossos consultores são avaliados de forma contínua.



ÉTICA PROFISSIONAL


Regemo-nos pelos pilares do Código de Ética do Tarot: Orientação, Confidencialidade e Responsabilidade.

Quem Somos

A Pandora Tarot é formada por uma equipa de especialistas espirituais dedicados a si e ao seu bem-estar, selecionados através de uma avaliação meticulosa e constante. Tal como o mito da caixa de Pandora, acreditamos que mesmo nos momentos mais obscuros existe sempre a esperança para nos encaminhar rumo à luz.

google.com, pub-8240919698934862, DIRECT, f08c47fec0942fa0